Marketing Digital

Remarketing: Saiba o que é e como utilizar essa estratégia

Recreational activity, fun. Darts game

Muitas vezes as pessoas demonstram interesse em um produto, mas não o levam. Por esse motivo, é preciso investir em estratégias para atraí-los novamente e convertê-los, e o remarketing é a principal estratégia para isso.

Esse “abandono do produto” ou até mesmo o “abandono do carrinho” pode ocorrer por vários fatores que fazem o cliente perder o interesse naquele momento, inclusive a distração promovida pelas plataformas online. 

Por isso, é necessário manter a atenção dos usuários e, caso sejam perdidos, ter ações para atraí-los e convencê-los a finalizarem a compra. Isso pode ser feito por meio de campanhas específicas, como o remarketing, que falaremos de forma detalhada neste artigo. 

Entenda o que é o Remarketing

O conceito de Remarketing, de forma muito simples, é realizar uma ação de marketing para pessoas que já foram impactadas por sua empresa. Ou seja, uma mesma pessoa, só que mais de uma vez.

Essa pessoa tem interesse pelo produto e já demonstrou isso, só que por algum motivo, houve uma desistência em realizar a compra. 

No cenário online isso é muito comum por motivos como:

  • Falta de fretes gratis;
  • Falta de opções para parcelar;
  • Falta de carregamento na página;
  • Encontrou alguma outra campanha ou produto que trouxe dúvidas sobre a compra.

Motivos do abandono de carrinho e atuações possíveis

Outra questão que pode afetar a compra diz respeito aos alarmes de incêndio, já que existem alguns sites que não possuem os certificados e os elementos de segurança adequados para pagamentos que precisam ser feitos online. 

Dessa forma, é essencial que a empresa busque certificados online de segurança, de modo a evitar que o cliente desista da compra por medo de comprometer seus dados. 

Além disso, o cliente tem muitas fases em sua jornada de compra.

Digamos que ele já saiba seu problema e que para solucioná-lo o ideal é realizar a compra de brindes personalizados para motivação do colaborador. 

Nesse caso, ele entra em um site e escolhe um modelo de compra, mas se atenta que não há opções para parcelamento ou mesmo que a personalização proporcionada não atende suas expectativas. 

Tais aspectos podem levar a dúvidas, fazendo com ele volte a considerar a compra e procure por locais que atendam suas necessidades – podendo voltar ou não ao carrinho.

Nesses casos, a empresa precisa voltar a trabalhar para que aquela pessoa retome a compra, identificando os motivos pelos quais a pessoa desistiu da operação e quais as formas de levá-lo a adquirir um determinado produto, quebrando objeções e apresentando vantagens dos produtos/serviços.

Isso também representa remover os problemas que afetaram o processo de compra do cliente, ou negociar ações que sejam vantajosas para empresa e cliente.

O remarketing pode ser feito de várias formas, como uma forma de fazer com que a pessoa mantenha o interesse pelo seu negócio, inclusive para fidelizá-lo a longo prazo.

Isso pode ocorrer por meio da criação de uma campanha com envio de email marketing sobre gabinete personalizado, bem como pelo investimento em redes sociais e lembretes relacionados aos produtos que foram esquecidos e abandonados no carrinho de compra. 

Para isso, pode ser necessário ativar a atenção do cliente por meio de promoções, inserção de frete grátis, um desconto na compra, o envio de uma mensagem personalizada para o cliente via inbox (mensagem privada) e, até mesmo, o desconto em um segundo produto. 

Isso demonstra que a empresa tem um carinho e valoriza a relação com o cliente. Diante disso, vamos conhecer quais são as vantagens dessa prática.

As vantagens do remarketing 

Quando falamos sobre o Remarketing é importante sabermos que o principal objetivo é aumentar o número de vendas por meio da conversão de clientes por meio de ações que atinjam consumidores em potencial, considerando interações prévias com a marca. Assim, é uma ação mais segmentada, podendo ser menos custosa que a atração.

Inclusive, em algum momento ações desse tipo serão necessárias. Isso porque, conforme uma pesquisa realizada pelo Google Adwords, somente 3% dos clientes já sabem o que querem comprar e vão diretamente à loja para realizar a operação. Ou seja, há a conversão de forma imediata

Na maioria dos casos, ainda mais quando existe a solicitação de um orçamento, os desafios para a empresa são imensos (seja no ambiente físico ou digital).

Além disso, segundo o Barilliance, estima-se que pelo menos 77,73% dos carrinhos são abandonados em lojas virtuais, em média global.

Por isso, é essencial pensar nas estratégias de remarketing para sua empresa de portaria, de modo a estimular o conhecimento do cliente em relação ao seu negócio, em um processo de convencimento, reduzindo os abandonos e perdas financeiras. 

Como o objetivo é convencer o cliente a fechar negócio, podemos destacar que as vantagens do remarketing são:

  • Aumentar a conversão das vendas;
  • Fazer com que o cliente tenha interesse pelo seu negócio;
  • Lembrar o cliente acerca do seu produto ou serviço;
  • Aumentar a lucratividade da empresa;
  • Realizar novos negócios com o consumidor.

Remarketing x Retargeting: entenda as diferenças 

É muito importante entender as diferenças que envolvem o remarketing e o retargeting, que são duas estratégias que podem ser aplicadas pela sua empresa de climatizadores evaporativos para alcançar os potenciais consumidores, considerando suas particularidades. 

Se por um lado o remarketing envia um email, um sms ou uma notificação personalizada para o cliente, o retargeting é uma estratégia voltada para anúncios em sites, redes sociais e em diversas plataformas. 

A diferença também pode consistir no grau de interação que ocorre, sendo que pode haver ações voltadas a atingir alguém que interagiu com a rede social ou site, ou aquelas voltadas diretamente para os potenciais clientes que abandonaram o carrinho.

Em ambos os casos, existe o objetivo de fazer com que os clientes comprem os produtos da empresa, mas a atuação das campanhas são diferentes – mesmo que em alguns casos sejam usados como sinônimos, erroneamente.

O remarketing é direcionado para uma ação de email a partir da ação que o usuário realizou em um site. Por outro lado, o retargeting irá utilizar anúncios em redes sociais ou no site (mídia paga) para lembrar o cliente sobre a marca, podendo levar a determinada ação.

Remarketing na Rede de Display e na rede de pesquisa

Outro ponto importante quando falamos sobre remarketing em sua empresa de manutenção de ar condicionado é saber que ela pode ser aplicada na rede de display do Google ou em uma rede de pesquisa.

Mas, como isso funciona? Basicamente, a rede de display é utilizada em sites parceiros do Google, permitindo a publicação de mídia online interna, em espaços específicos dos sites.

Ou seja, o cliente pode entrar em um site e, mesmo assim, visualizar uma chamada para lembrá-lo de finalizar a compra, evidenciando produtos e promoções – por exemplo.

Com isso, existe a instalação de banner online dentro do site, que consegue chamar a atenção do cliente. 

Já no caso da rede de pesquisa, o anúncio é criado com um texto menor, assim como em um formato padronizado. Com isso, a publicidade pode ser exibida nos sites parceiros, mas também no:

  •  Google Groups;
  •  Google Imagens;
  •  Google Maps;
  •  Google Shopping.

No caso da Rede de Pesquisa, o anúncio irá aparecer ao cliente caso ele pesquise por determinados conteúdos, seja o produto já adquirido ou outra oferta que a marca possui, conforme as determinações estabelecidas nas campanhas de marketing.

Isso demonstra que o cliente segue interessado por um produto e, como ele já se interessou por uma marca parceira, isso aparece novamente para ele. 

No caso da rede Display, os anúncios sobre sua loja aparecem quando ele está em um site que não tem ligação direta com determinado produto.  

Por exemplo, o cliente está em um site de roupas e vê um anúncio sobre terceirização de limpeza, que ele havia pesquisado anteriormente. 

As duas formas de interação com o cliente são importantes porque conseguem chamar sua atenção em momentos distintos e de forma “menos invasiva”. Por isso vale a pena que a empresa utilize os recursos que são oferecidos pelo Google. 

Utilizando as redes sociais para fazer o remarketing 

Outro aspecto importante quando trabalhamos com remarketing é que a empresa pode realizar investimento financeiro para anúncios em diferentes plataformas, como as redes sociais, estando mais próximo dos clientes. 

Essas dicas valem para empresas de grande porte que realizam  desentupimento 24 horas ou até mesmo um pequeno site de e-commerce que realiza a venda de produtos. 

É importante compreender que as redes sociais assumiram um protagonismo social, com milhões de usuários por dia. 

Dessa forma, é importante que as empresas estejam nesse meio com o objetivo de fazer com que sua marca seja conhecida e relevante para o cliente, além de utilizar essa plataforma como um veículo de vendas e de obtenção de novos clientes. 

Já que as redes sociais podem ser utilizadas como uma ferramenta de vendas, é importante que a empresa esteja nesse ambiente de forma estratégica, colhendo informações e interagindo, também podendo utilizar as ferramentas de remarketing nessas plataformas para converter os usuários. 

Uma das formas de aumentar a interação com os clientes, assim como o engajamento e as vendas é por meio do anúncio em publicidade nas redes sociais. 

Isso vale para redes como o Instagram, Facebook, Twitter, Linkedin, dentre outras que a sua empresa esteja. Para promoção de vendas, as redes sociais mais utilizadas são o Instagram e o Facebook, que disponibilizam espaços dedicados para as campanhas. 

Para isso, é necessário ter um perfil e determinar a campanha de marketing, com investimento financeiro diário e delimitação de duração e do público almejado. 

Além disso, a empresa irá escolher as palavras-chaves que serão utilizadas, assim como os objetivos da campanha e o público-alvo.

Dessa forma, sua empresa consegue fazer uma ação de comunicação mais efetiva, levando em conta a redução do processo de desistência da compra, reduzindo custos e ampliando as oportunidades de obter sucesso e fechar negócios.